Apoie o Blog!

terça-feira, 6 de outubro de 2020

One movement, two intentions: Gwan Jong [棍樁] x Deng Gwan [釘棍]

 


“...Da ação para uma posição...“ - Disse-me Si Fu, sobre o movimento que fazemos para cima com o bastão.- “... Uma de minhas grandes questões naquela época, era a diferença entre o Gwan Jong [棍樁] e o Deng Gwan  [釘棍]...“. - Complementou Si Fu sobre os tempos em que teve acesso ao Luk Dim Bun Gwan[六點半棍] pela primeira vez. 
Quando estamos atravessando um momento que consideramos favorável, tendemos a relaxar. Se esse ciclo tem um tempo considerável até entrar em seu momento de decadência, acreditamos que vai durar para sempre. Por isso, ao recebermos uma notícia que consideramos não sendo favorável, tendemos a nos assustar ou a rejeitá-la. Se não conseguimos lidar com esse mal momento, podemos até mesmo negar sua existência, porém é mais comum a busca por manipular a situação, até que se torne favorável novamente. 
Quando tomamos contato com o Luk Dim Bun Gwan[六點半棍], caso não nos tenha ficado clara a necessidade de se ajustar a ferramenta no Domínio Mui Fa Jong [梅花樁]. O Gwan[棍] parece-me mais cruel na maneira de deixar isso claro: Ele simplesmente faz você parecer bobo. Pois quanto menos você o entende, para quem sabe para o que e para onde olhar. Ao assistir você executa-lo, sua inocencia em seu manuseio será percebida. E a pessoa perceberá o quanto você não adentrou a estrutura interna do Domínio e segue arranhando a superfície. Voce pode passar o resto de sua jornada fazendo um Luk Dim Bun Gwan[六點半棍] manipulativo e pouco inteligente, caso seu Si Fu não tenha a oportunidade de lhe sinalizar. 
Diz François Jullien em uma de suas obras: “...Não há tão pouco necessidade, nesse domínio, de fazer plano ou de fixar norma para dirigir a própria conduta: pois, para levar vantagem sobre o outro e poder dispor dele a vontade, não há outro caminho a seguir, após tê-lo avaliado suficientemente , senão adaptar-se a ele; e todos os casos possíveis são aproveitáveis...“

"... From action to a position ..." - Si Fu told me, about the movement we make using the Gwan.- "... One of my big questions at that time, was the difference between Gwan Jong [棍 樁] and Deng Gwan [釘 棍] ... “. - Complemented Si Fu about the times when he had access to Luk Dim Bun Gwan [六點 半 棍] for the first time.
When we are going through a moment that we consider favorable, we tend to relax. If this cycle has a considerable time until it enters its moment of decay, we believe that it will last forever. Therefore, when we receive news that we consider not to be favorable, we tend to be frightened or to reject it. If we cannot deal with this bad moment, we can even deny its existence, but the search for manipulating the situation is more common, until it becomes favorable again.
When we made contact with Luk Dim Bun Gwan [六點 半 棍], in case it was not clear to us the need to adjust the tool in the Mui Fa Jong Domain [梅花 樁]. The Gwan [棍] seems to me more cruel in way to make this clear: It just makes you look silly. Because the less you understand it, for those who know what and where to look, when watching you execute it. They will realize how far you have not entered the internal structure of the Domain and continue to scratch the surface. You can spend the rest of your journey doing a manipulative and unintelligent Luk Dim Bun Gwan [六點 半 棍], in case your Si Fu doesn't have the opportunity to signal you.
François Jullien says in one of his works: “... There is so little need, in this domain, to make a plan or set a norm to direct one's conduct: because, to take advantage of the other and be able to dispose of him at will, there is no other way to go, after having evaluated it sufficiently, but to adapt to it; and all possible cases are usable ... "

No encontro remoto de ontem[foto], Si Fu falava de maneira descontraída, sobre sua dificuldade inicial de entender a ideia desse movimento único com duas intenções. Para exemplificar, ele falou de como ao levantarmos o bastão, o Deng[釘] pode não ficar claro em relação ao Gwan Jong [棍樁] num primeiro momento. E se observarmos o trecho escrito por Jullien, observamos que talvez a única via para uma prática inteligente do Luk Dim Bun Gwan[六點半棍] é a de se ajustar ao bastão [ Gwan 棍] tornado-se sensível a qualquer potencial escondido em cada movimento. Como o próprio fato de que num único movimento, possamos implicar duas energias distintas e aparentemente tão díspares quanto a da ação e a da guarda. 

On yesterday's remote meeting [photo], Si Fu spoke in a relaxed manner, about his initial difficulty in understanding the idea of this unique movement with two intentions. To illustrate, he spoke of how when we lift the staff, Deng [釘] may not be clear in relation to Gwan Jong [棍 樁] at first. And if we look at the excerpt written by Jullien, we see that perhaps the only way for an intelligent practice of Luk Dim Bun Gwan [六點 半 ] is to adjust to the staff [Gwan 棍] becoming sensitive to any potential hidden in every move. Like the very fact that in a single movement, we can imply two distinct energies and apparently as disparate as that of action and that of guard.
Então uma poderosa lição parece-me estar implícita nesse processo que tomei melhor consciência nesta semana: A de que não importa o quão difíceis ou fáceis as coisas pareçam estar. No final do dia, tudo dependerá do quanto você de fato consegue se ajustar a estas situações, estar sensível a elas e se aproveitar de seus potenciais. E se tudo aparentemente der errado ou certo ao final da história. A pergunta que fica é uma só: “O que você aprendeu?

So a powerful lesson seems to me to be implicit in this process that I became more aware of this week: That no matter how difficult or easy things seem to be. At the end of the day, it all depends on how much you can actually adjust to these situations, be sensitive to them and take advantage of its potentials. And if everything seems to go wrong or good at the end of the story. The only question that remains is: "What did you learn?"




The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com