Apoie o Blog!

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

AN ESSAY ON THE TERM “Si Gung (師公)”

 

[Celebração do Ano Novo Chinês em São Paulo, 2011]
[Chinese New Year Celebration in São Paulo, 2011]

A primeira vez que vi meu Si Gung (師公) pessoalmente foi em 25 de Outubro de 1999. Ele subiu as escadas do antigo Núcleo da Moy Yat Ving Tsun [naquela ainda época chamada de “Martial Art System” e não de “Martial Intelligence”] no Centro da cidade do Rio de Janeiro com um semblante sério e seguido de perto por algumas pessoas. Só trocamos palavras pela primeira vez dois anos depois, numa palestra no antigo Núcleo Jacarepaguá, quando eu já tinha quase 17 anos de idade.
Mas afinal, o que significa o termo “Si Gung (師公)”?

The first time I saw my Si Gung (師公) in person was on October 25, 1999. He climbed the stairs of the former Moy Yat Ving Tsun School [at that time still called “Martial Art System” and not “Martial Intelligence” ] in downtown Rio de Janeiro with a serious face and followed closely by some people. We only exchanged words for the first time two years later, in a lecture at the old school in Jacarepaguá[west zone of Rio], when I was almost 17 years old.
But after all, what does the term “Si Gung (師公)” mean?




Mesmo seu  “Si Fu[師父]”, tem seu próprio  “Si Fu[師父]”. Esta pessoa chamamos de “Si Gung (師公)”. Então, é como se o “Gung (公)” de  “Si Gung (師公)”, significasse  “avô”. Porém, se olharmos com atenção para a gramática do dialeto cantonês, encontraremos o seguinte : O avô paterno de uma criança é considerado seu ancestral, veja: 祖父(Jo Fu). Onde "jo" é ancestral e "fu" é pai. Agora, o avô materno de uma criança, não deixa de ser seu avô, mas veja a cultura inserida no idioma: 外公(Ngoi Gung) - Onde "Ngoi" (外) - significa "fora" e "Gung"(公) como já disse antes é avô. Mas o avô por parte de mãe, é como se fosse "um avô de fora". "alguém de fora"...
Então é como se o ideograma “Si[師]” , desempenhasse um papel importantíssimo nos termos relacionados ao círculo marcial chinês, pois nos permite entender que um ideograma que denota relação familiar precedido de “Si[師]” . Refere-se a um termo, que mesmo nos cinquenta e seis dialetos chineses, só faz sentido dentro do círculo marcial. 

Even his “Si Fu[師父]”, he has his own “Si Fu[師父]”. This person we call “Si Gung (師公)”. So, it's as if the “Gung (公)” in “Si Gung (師公)” means “grandfather”. However, if we look closely at the Cantonese dialect grammar, we will find the following: A child's paternal grandfather is considered his ancestor, see: 祖父(Jo Fu). Where "jo" is ancestor and "fu" is father. Now, the maternal grandfather of a child is still its grandfather, but see the culture inserted in the language: 外公(Ngoi Gung) - Where "Ngoi" (外) - means "outside" and "Gung"(公) as I've said it before is grandfather. But the grandfather on the mother's side is like "a grandfather from outside". "someone from the outside"...
So it is as if the ideogram “Si[師]” played a very important role in terms related to the Chinese martial circle, as it allows us to understand that an ideogram that denotes family relationship is preceded by “Si[師]” . It refers to a term, which even in the fifty-six Chinese dialects, only makes sense within the martial circle.
[Inauguração do primeiro Núcleo da 
Moy Yat Ving Tsun dirigido por mim no Méier,2011]

[Inauguration of the first School of
Moy Yat Ving Tsun directed by me at Meier neighborhood,2011]

Quando você é aceito como discípulo de seu  “Si Fu[師父]”, tradicionalmente é como se o seu  “Si Gung (師公)” também estivesse aceitando essa pessoa. Porém, como um discípulo de segunda geração.
Antigamente não era possível a um discípulo ver o feitos de seu  “Si Gung (師公)”. Porém com o dinamismo dos tempos atuais, Linhagens com mais de duas gerações em atividade plena, se tornam cada vez mais comuns. E estes diferentes níveis relacionais, acabam por se tornar desafios do mundo moderno, para aqueles que salvaguardam um Sistema Marcial Chinês como o Ving Tsun. 

When you are accepted as a disciple of your “Si Fu[師父]”, traditionally it is as if your “Si Gung (師公)” is also accepting that person. However, as a second generation disciple.
In the past it was not possible for a disciple to see the deeds of one´s “Si Gung (師公)”. However, with the dynamism of current times, Lineages with more than two generations in full activity, become increasingly common. And these different relational levels end up becoming challenges of the modern world, for those who safeguard a Chinese Martial System like Ving Tsun.
[Celebração do aniversário de 50 anos de idade do “Si Gung (師公)”, 2013]
[Celebration of the 50th birthday of “Si Gung (師公)”, 2013]

Desde aquele dia 25 de Outubro de 1999, muita coisa aconteceu... “Si Gung (師公)” já não porta mais um semblante sério e pesado quando caminha. Ele também se tornou mais acessível, inclusive com pessoas que são de fora de nossa instituição, através de seu canal KUNG FU LIFE
“Si Gung (師公)” hoje acredita muito mais que existem pessoas ao redor do Brasil não só interessadas, mas dispostas a entenderem um sentido amplo do que chamamos de Kung Fu. 
A minha Família Kung Fu[apenas por ter sido a primeira de décima segunda geração] inaugurou uma nova geração de discípulos oriundos do trabalho do “Si Gung (師公)” no Brasil. Estas pessoas são membros de décima terceira geração. E isso, faz com que a salvaguarda do Sistema Ving Tsun seja de certa forma um fardo possível, apenas para “aqueles que tem estomago”. Como diz o meu “Si Gung (師公)” Leo Imamura. 

Since that day October 25, 1999, a lot has happened... “Si Gung (師公)” no longer bears a serious and heavy face when he walks. He has also become more accessible, including with people outside our institution, through his KUNG FU LIFE channel.
“Si Gung (師公)” today believes much more that there are people around Brazil not only interested, but willing to understand a broad sense of what we call Kung Fu.
My Kung Fu Family [just because it was the first of the twelfth generation ] inaugurated a new generation of disciples coming from the work of “Si Gung (師公)” in Brazil. These people are thirteenth generation members. And that makes safeguarding the Ving Tsun System somewhat of a possible burden, only for "those with a stomach." As my “Si Gung (師公)” Leo Imamura says.




The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira “Moy Fat Lei”
moyfatlei.myvt@gmail.com