Apoie o Blog!

sexta-feira, 17 de setembro de 2021

MASTER JULIO CAMACHO VISITS MYVT MEIER SCHOOL!


 Havia ficado um buraco muito grande com a ausência do Si Fu. Devido ao jogo de palavras, “ ausência ” é uma coisa muito relativa, eu sei... “Nunca estivemos tão próximos” - Escreveu Si Fu em uma logo que criou especialmente para o momento de pandemia. De fato, estivemos bastante. Acontece que sentado no Café que costumo frequentar com alguns alunos, foi um sentimento bem diferente poder ver Si Fu caminhando em nossa direção com um sorriso. Levantei-me e fiquei aguardando ele se aproximar. Apertamos as mãos, nos abraçamos e depois ele cumprimentou os demais. Foi só naquele momento, que me dei conta do buraco que o Si Fu havia deixado enquanto parte da minha rotina. Afinal, são 22 anos convivendo com ele de diferentes maneiras e com diferentes intensidades. Nossos abraços já foram de congratulações, de apoio, de felicidade, de reconciliação mas aquele em especial parecia de alívio. Meu melhor amigo estava de volta. 

There was a very big hole left with the absence of Si Fu. Due to the play on words, “absence” is a very relative thing, I know... “We were never so close” - Si Fu wrote in a logo he created especially for the moment of pandemic. In fact, we were quite a lot. It turns out that sitting at the Café I usually go to with some students, it was a very different feeling to see Si Fu walking towards us with a smile. I got up and waited for him to come closer. We shook hands, hugged and then he greeted the others. It was only at that moment that I realized the hole that Si Fu had left as part of my routine. After all, it's been 22 years of living with him in different ways and with different intensities. Our hugs were once ones of congratulations, support, happiness, reconciliation, but that one in particular seemed to be one of relief. My best friend was back.
Enquanto Si Fu falava naquela noite em diferentes momentos, sorri algumas vezes ao olhar para a roupa que vestia. Suas camisas de botão com mangas dobradas e calças jeans são sua marca registrada. E fiquei feliz de vê-lo vestido assim de perto novamente. Acontece, que em alguns momentos era possível ver a cicatriz de sua recente cirurgia em seu peito. Uma linha mais clara que sua pele que corta seu tórax verticalmente, ficava a mostra conforme ele se mexia e remexia empolgado, enquanto contava alguma história, fazia algum apontamento etimológico, ou levava alguém a refletir sobre suas próprias palavras. E ao ver aquela linha da sua cicatriz, pensei brevemente em como uma história de 22 anos, poderia ser finalizada de repente. E mesmo sabendo que Si Fu não é muito afeito a crenças metafísicas, eu que sou bastante, fiquei pensando em tudo o que acontecera. Como que a simples decisão de mudar para os EUA, lhe permitiu cuidar de sua saúde quando mais precisou com tudo o que tinha de melhor. Além de permitir que suas filhas e esposa, pudessem ser vacinar meses antes do que outras pessoas no Brasil. - “Sempre foi sorte!” - Já dizia o próprio Si Fu.

As Si Fu spoke that night at different times, he smiled a few times as he looked at the clothes he was wearing. His blouse with rolled-up sleeves and jeans are his trademark. And I was happy to see him dressed like that up close again. It turns out that at times I could see the scar from his recent surgery on his chest. A line lighter than his skin that cuts his chest vertically, showed as he moved and fidgeted excitedly, while telling a story, making some etymological note, or getting someone to reflect on their own words. And seeing that line of his scar, I thought briefly of how a 22-year story could suddenly end. And even though I know that Si Fu is not very fond of metaphysical beliefs, I who am quite a lot, I kept thinking about everything that had happened. As if the simple decision to move to the US, allowed him to take care of his health when he needed it most with all that was best. In addition to allowing his daughters and wife, they could be vaccinated months earlier than other people in Brazil. - "It was always lucky!" - Si Fu himself said.


O Mo Gun estava cheio, as pessoas estavam atentas... Si Fu abordava o tema que havia lhe pedido de maneira muito peculiar e inovadora, fazendo com que todos pensassem e repensassem, o que tornou a palestra interativa. Trazer o pensamento das pessoas ao presente o tempo todo, não porque queria, mas por sua maneira perspicaz de se expressar. Por isso, pude presenciar Si Fu trabalhando o conceito do “Zen”, bem ali na minha frente. - “...Tá vendo aquele cara varrendo ali, Thiago? Aquilo é 'zen'. Para ele, nada mais existe além da vassoura e do chão...” - Me disse Si Fu num de meus piores momentos, dentro de seu carro em algum dia de 2008. E lá estávamos nós, juntos e vivos, tantos anos depois. Sobrevivemos. 
É verdade quando falo do buraco que fica quando Si Fu não está aqui. Mas quão grande, seria o buraco se nunca tivesse lhe conhecido? Então acho que foi sorte conhece-lo... Afinal, “Sempre foi sorte”.

The Mo Gun was full, people were attentive... Si Fu approached the topic that had been asked for him in a very peculiar and innovative way, making everyone think and rethink, which made the lecture interactive. Bringing people's thoughts into the present all the time, not because he wanted to, but because of his shrewd way of expressing himself. That's why I was able to witness Si Fu working on the concept of “Zen”, right there in front of me. - “...Do you see that guy sweeping there, Thiago? That is 'zen'. For him, there is nothing but the broom and the ground...” - Si Fu told me in one of my worst moments, inside his car sometime in 2008. And there we were, together and alive, so many years later. We survived.
It's true when I talk about the hole that is when Si Fu is not here. But how big would the hole be if I had never met him? So I guess it was lucky to meet him... After all, “It was always lucky”.


The Disicple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com