Apoie o Blog!

sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Welcoming Moy Fei Lap Kung Fu Family Leaders at home


 Recentemente pude receber o Mestre Felipe Soares e sua esposa Elisa Ferreira em minha residência numa tarde de Domingo[FOTO acima]. Eu estava um pouco ansioso e apreensivo, pois sou uma pessoa de poucas palavras e que não está muito habituado a receber ninguém nas casas em que morei. Pois devido a uma vida muito atarefada, e pelo fato de que em qualquer um de seus âmbitos atualmente, eu preciso fazer escolhas muito decisivas sempre pensando nos desdobramentos e sempre buscar uma conexão profunda com quem está ao redor. Quando posso, eu escolho ficar sozinho. Curtir a solitude faz parte da minha natureza, e qualquer interação mais animada que você me veja fazendo, é graças ao “Kung Fu”.  E enquanto pensava em como receber o meu Si Suk e sua esposa em minha residencia, reparei que tudo aquilo daria um excelente episódio de uma das minhas séries favoritas:“Seinfield”

Recently I was able to receive Master Felipe Soares and his wife Elisa Ferreira at my home on a Sunday afternoon [PHOTO above]. I was a little anxious and apprehensive, as I am a person of few words and not very used to receiving anyone in the houses where I lived. Because due to a very busy life, and the fact that in any of its spheres today, I need to make very decisive choices, always thinking about the unfolding and always looking for a deep connection with those around me. When I can, I choose to be alone. Enjoying solitude is in my nature, and any livelier interaction you see me doing is thanks to “Kung Fu”. And while I was thinking about how to receive my Si Suk and his wife at my residence, I noticed that all that would make an excellent episode of one of my favorite series: “Seinfield”
[A Si Taai Vanise Almeida, é Mestra em “Hospitalidade”, pela Universidade Anhembi Morumbi]
[Si Taai Vanise Almeida, has a Master's degree in “Hospitality”, from  Anhembi Morumbi University]

A Colíder do Grande Clã Moy Yat Sang, Sra Vanise Almeida[foto], participou de uma “Live” do Instituto Moy Yat falando sobre “hospitalidade” em eventos e cerimonias tradicionais. De fato, já havia escutado a Si Taai Vanise tocar nesse assunto ao longo dos anos, mas nunca entendi bem. Nessa “Live” pude organizar melhor meu entendimento para situações simples porém muito sérias da hospitalidade como: Como convidar alguém, onde a pessoa senta a mesa durante um evento, o código de vestimenta adequado, etc... E inspirado nesse estudo recente, grande parte desse trabalho de hospitalidade na visita do Si Suk e da Elisa, estaria relacionado também a uma ambiência subjetiva. 

The Co-leader of the Grand Moy Yat Sang Clan, Mrs. Vanise Almeida[photo], participated in a “Live” by the Moy Yat Institute talking about “hospitality” in traditional events and ceremonies. In fact, I had already heard Si Taai Vanise talking about this subject over the years, but I never really understood it. In this "Live" I was able to better organize my understanding of simple but very serious hospitality situations such as: How to invite someone, where the person sits at the table during an event, the appropriate dress code, etc... And inspired by this recent study, great part of this hospitality work in the visit of Si Suk and Elisa would also be related to a subjective ambience.

[Si Gung ao centro durante almoço com Si Suk e seu To Dai].

[Si Gung in the middle during lunch with Si Suk and his To Dai].


Pude retomar o contato com o Si Suk de maneira mais intensa durante a mais recente Visita Oficial do Si Gung a Família Kung Fu do Si Suk. Graças a um convite muito carinhoso de sua parte, pude apreciar sua companhia e do Si Gung desde o primeiro momento[foto]. Foi um final de semana de muito aprendizado, e principalmente de muita “hospitalidade”. Eu procuro ficar atento a como em eventos como esse da Família Moy Fei Lap, deixar claro a quem cuida de que estou consciente desse “zelo”.  Não quero simplesmente cair no lugar comum de apenas dizer “Opa! Obrigado!”. 

I was able to intensify contact with Si Suk in a more expressive way during the most recent Si Gung Official Visit to Si Suk's Kung Fu Family. Thanks to a very affectionate invitation from Si Suk Felipe, I was able to enjoy his company and Si Gung from the first moment [photo above]. It was a weekend of a lot of learning, and especially a lot of “hospitality”. I try to be aware of how, in events like this one of the Moy Fei Lap Family, I make it clear to the person that I am aware of his “zeal”. I don't want to just fall into the commonplace of just saying “Own! Thanks!".
[2007- Almoço com Si Suk Felipe e Si Suk Elisa, 
após um dia de demonstrações em uma Universidade].

[2007- Lunch with Si Suk Felipe and Si Suk Elisa,
after a day of demonstrations at a University].


Minhas memórias não permitem lembrar de nenhum momento que não tenha sido agradável na presença do Si Suk Felipe e da Elisa. E isso acabou por se fortalecer na segunda metade da década passada. Apesar de sermos muito diferentes, o Si Suk Felipe é uma pessoa muito coerente. 
Naquela tarde lá em casa, passamos por vários assuntos. ´Percebi que de maneiras diferentes, tivemos muitos desafios em comum, e que podemos respeitar ainda mais alguém tendo em vista o jeito com o qual ela lida com adversidades. 
Começamos a conversar no meio da tarde e fomos até o final do Domingo. A conversa não ficou apenas em assuntos referentes ao círculo marcial. Si Suk Elisa me sugeriu a série “Tokyo Vice”, que rapidamente se tornou uma de minhas favoritas. 
Ao me despedir deles, refleti que as vezes vale a pena abrir mão da própria companhia para estar com pessoas que vão agregar mais riqueza ao seu dia. E do poder que o “Kung Fu” nos dá de sermos adequados a circunstancia, independente de nossas limitações pessoais. Meu Si Fu diria: “Relaxe e seja gentil.

My memories do not allow me to remember any moment that was not pleasant in the presence of Si Suk Felipe and Elisa. And that turned out to be stronger in the second half of the last decade. Although we are very different, Si Suk Felipe is a very coherent person.
That afternoon at home, we went through a lot of subjects. 'I realized that in different ways, we had many challenges in common, and that we can respect someone even more given the way they handle adversity.
We started talking in the middle of the afternoon and went on until the end of Sunday. The conversation didn't just focus on martial circles matters. Si Suk Elisa suggested the HBO´s show “Tokyo Vice”, which quickly became one of my favorites.
As I said goodbye to them, I reflected that sometimes it's worth giving up your own company to be with people who will add more good memories to your life. And the power that “Kung Fu” gives us to adapt to circumstances, regardless of our personal limitations. My Si Fu would say: “Relax and be kind.


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com